Em homenagem, José Alencar agradece orações dos brasileiros

Imprimir
AddThis Social Bookmark Button
O ex-vice-presidente da República foi homenageado em São Paulo e disse que está lutando para não morrer. Ao receber da Prefeitura de São Paulo a medalha 25 de janeiro, no aniversário da cidade, José Alencar afirmou que vive o momento mais crítico de sua vida.

Ele diz que chorou ao saber que o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff viriam a São Paulo para participar da homenagem.

Muito abatido e em uma cadeira de rodas, Alencar chegou à sede da Prefeitura em um carro acompanhado por uma ambulância.

Emocionado e falando com dificuldade, o ex-vice-presidente agradeceu às orações dos brasileiros, independente do resultado do tratamento:

- Clique aqui para ouvir

A presidente Dilma Rousseff ressaltou a importância de José Alencar nos oito anos do governo Lula. Segundo ela, com espírito crítico e empreendedor:

- Clique aqui para ouvir

Por conta do estado de saúde delicado do ex-vice-presidente, a cerimônia durou apenas meia hora e, em seguida, ele retornou ao hospital Sírio Libanês.

Em 90 dias, José Alencar só deixou a internação para ir à Brasília e voltar no mesmo dia e para passar uma noite no apartamento dele, na capital paulista.

Há mais de dez anos o empresário e político luta contra o câncer, que é combatido com quimioterapia e hemodiálise e se agravou nos últimos meses.
 
alt